O Animal Mais Forte do Mundo.2 é a oitava obra criada por Ângelo Madureira e Ana Catarina Vieira, constitui um passo no trajeto pontuado pelos questionamentos que caracterizam sua pesquisa. A partir do espetáculo O Animal Mais Forte do Mundo, estreado em março de 2009, a dupla criou um outra versão, dando seguimento à pesquisa de linguagem que vem desenvolvendo. A versão.2 propõe um outro formato com relação à versão anterior, colocando o foco principal nos movimentos criados, elegendo a pesquisa de linguagem de movimento como eixo principal. Figurino, iluminação e trilha sonora foram revistos. “O som produzido pelos corpos e pela respiração é importante para criar um ambiente mais próximo da natureza humana”, explicam os pesquisadores. “Outra questão que nos interessou foi a busca do figurino ideal para esse novo formato. E optamos pelo uso de roupas do dia a dia, com o objetivo de favorecer um contato mais direto com a informação que está nos corpos”. ressaltam Ana Catarina e Ângelo Madureira, O Animal Mais Forte do Mundo.2 vem reforçar o posicionamento da dupla, que entende o seu trabalho como um processo de investigação em permanente transformação. A versão.2 também faz parte da segunda etapa de uma trilogia iniciada em 2007, com O Nome Científico da Formiga. “Nesta trilogia cada parte tem características próprias, mas o método de pesquisa de linguagem permaneceu o mesmo”. O processo de criação da triologia cada parte tem características próprias, mas o método de pesquisa de linguagem permaneceu o mesmo”. O processo de criação da trilogia “reúne 1800 fotos dos processos de criação que resultaram nas obras anteriores do seu repertório. São imagens de Somtir (2003), Outras Formas(2004), Como?(2005) e Clandestino(2006), que foram retrabalhadas com a proposta de reciclar os materiais originais destas coreografias em uma nova colagem. Sua versão.2 foi apresentado no Festival Panorama. Considerado pela Folha de São Paulo um dos melhores espetáculos do ano. Com apoio do Programa Municipal de Fomento à Dança, sua pesquisa recebeu Prêmio Klauss Vianna. Estréiou no Teatro do SESC Vila Mariana em março de 2009.

ENG The Strongest Animal in the World.2

‘The Strongest Animal in the World.2’ is the 8th performance created by Ângelo Madureira and Ana Catarina Vieira. It constitutes a new step in a trajectory underpinned by the types of questions that characterize their research. Deriving from their most recent performance, ‘The Strongest Animal in the World’, which premiered in March 2009, the duo has created another version deepening their research on contemporary dance. The ‘mark 2’ version proposes another format in relation to the original performance, with a focus on the movements created. Wardrobe, lighting and soundtrack were also revised: ‘The sound produced by the bodies and by breathing is important to create an ambience closer to human nature’, explain the researchers. ‘Another important issue for us was searching for the ideal wardrobe to fit this new format. We ended up opting for the use of everyday clothes, in order to encourage a closer contact with the information contained by the bodies’, explain Ana Catarina and Ângelo Madureira. The performance ‘The Strongest Animal in the World.2’ reinforces the understanding of the duo who see their work as a research process in constant transformation. The mark 2 version is also part of the second stage of the trilogy initiated in 2007 with ‘The Scientific Name of the Ant’: ‘Each performance has its own characteristics, but the language research method remains the same’. The creative process behind the trilogy derives from the compilation of 1800 photos of their previous performances. Images of ‘Soundsitive’ (2003), ‘Other Forms’ (2004), ‘How?’ (2005) and ‘Clandestine’ (2006) were reworked into the new performance in a recycled collage.


Para o vídeo completo contatar: [email protected]
For the full video please contact / Pour la vidéo complète s’il vous plaît contacter: [email protected]

Concepção, pesquisa de linguagem e direção: Ângelo Madureira e Ana Catarina Vieira  Direção técnica, iluminação, figurino e administração: Juliana Augusta Vieira  Sonorização: Ângelo Madureira  Elenco atual: Ana Catarina Vieira, Ângelo Madureira e Beto Madureira Artistas participantes do processo de pesquisa: Ana Catarina Vieira, Ângelo Madureira, Eduardo Fukushima, Carolina Brandão e Ana Noronha  Produção e comunicação: Iara Maria Vieira  Direção geral: Ana Catarina Vieira